A ansiedade pode ser um dos primeiros sintomas de Alzheimer – Laboratório Farreras Valenti
RESULTADOS DE EXAMES

De acordo com um estudo realizado pelo Brigham and Women’s Hospital, em Boston, nos Estados Unidos, pode existir uma relação intrínseca entre os altos níveis de ansiedade e o desenvolvimento de Alzheimer, uma doença incurável que afeta cerca de 6% da população brasileira acima de 60 anos de idade, segundo dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz).

Pesquisas anteriores já haviam apontado a depressão como um possível sinal precoce da doença em sua fase pré-clínica, quando há um acúmulo maior de proteína beta amiloide no cérebro, aproximadamente dez anos antes dos efeitos próprios da demência começarem a afetar o indivíduo. Entretanto, ao analisarem atentamente o quadro clínico de pacientes com níveis mais altos de peptídeos e sintomas de ansiedade crescentes, apontaram que o problema pode ser um sinal precoce de Alzheimer.

Em um comunicado publicado pelo hospital, a principal pesquisadora responsável pelo estudo apontou que em comparação com outros sintomas já característicos da depressão, os quadros de ansiedade têm demonstrado níveis mais altos de beta amiloides no cérebro, e, caso a descoberta seja comprovada, pode auxiliar no diagnóstico precoce de Alzheimer e consequentemente em seu tratamento, sendo possível até mesmo retardar ou prevenir seu desenvolvimento.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/farreras/www/farreras/wp-includes/functions.php on line 3722

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/farreras/www/farreras/wp-includes/functions.php on line 3722