As doenças de inverno são mais comuns nas crianças – Laboratório Farreras Valenti
RESULTADOS DE EXAMES

A estação mais fria do ano começou oficialmente, e, com ela, está aberta a “temporada de doenças de inverno”, como a gripe, a sinusite e as dores de garganta. Mesmo tomando as devidas precauções e cuidados, como lavar roupas e cobertores que estavam guardados, evitar ambientes fechados e sem circulação de ar e aquecer as crianças, vez ou outra os sintomas vão aparecer.

Quando a temperatura começa a diminuir, o clima tende a ficar mais seco, e, infelizmente, são os mais novos os que mais sofrem com a situação, uma vez que o sistema imunológico ainda não é tão desenvolvido quanto o dos adultos. Além disso, a mudança brusca de temperatura somada à baixa umidade e ao eventual acúmulo de poluição acabam favorecendo a proliferação de vírus e bactérias.

De origem principalmente viral, estas patologias costumam durar entre três e cinco dias, e os sintomas você já conhece bem: coriza, tosse, espirros, dificuldade para respirar… E não é só na sua casa que esta situação se repete, viu?! Pensando nisso, confira quais as doenças mais comuns do período e o que você pode fazer para aliviar os incômodos:

Resfriado: Muito comum a partir dos dois anos de idade, o resfriado comum tem como principais sintomas a coriza (nariz escorrendo) e os espirros. Assim que os primeiros indícios da doença forem identificados, a dica é aumentar a oferta de líquidos para a criança, como água e sucos naturais, pois um corpo hidratado ameniza os sintomas.

Gripe: A gripe afeta todas as idades, e além dos espirros e da coriza, característicos dos resfriados, ela ainda vem acompanhada de mal-estar, dores no corpo e febre. Além da ingestão de líquidos, nestes casos ainda recomenda-se repouso e aumento da umidade dos locais onde a criança passa boa parte do tempo (basta colocar um balde com água no cômodo).

Sinusite: Mais frequente a partir dos cinco anos de idade, a sinusite tem como sintomas mais característicos a tosse, o nariz entupido e o catarro amarelado. A dica para auxiliar no combate aos sintomas e diminuir a sensação de mal-estar da criança é fazer compressas de água quente principalmente na zona “T” (testa e nariz), além de mantê-la aquecida.

Otite: A otite é popularmente conhecida como “dor de ouvido”, seu principal sintoma, e tem maior incidência a partir dos três anos de idade. Além da medicação prescrita pelo médico, a dica é preparar um chá bem quentinho com cascas de laranja, além de colocar um pedacinho de algodão tampando o ouvido da criança.

Laringite: Popularmente conhecida como “dor de garganta”, a laringite ocorre com maior frequência geralmente até os três anos de idade. Os principais sintomas são a rouquidão, dores, inchaço e coceira na garganta, tosse seca e dificuldades para engolir. As principais dicas para auxiliar na melhora são o repouso das cordas vocais e a ingestão de líquidos, além da umidificação do ambiente.

Bronquite: Comum principalmente até os dois anos de idade, a bronquite tem como principais sintomas a tosse, chiado no peito e dificuldades para respirar. É uma patologia que costuma exigir muito do sistema respiratório da criança, pois dura vários dias, e a dica para aliviar os sintomas é aumentar a oferta de líquidos, além de umidificar o ambiente.

Portanto, fique sempre atento a saúde dos pequenos fazendo visitas periódicas ao pediatra. E lembre-se, ao menor sintoma evite a medicação sem prescrição médica!


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/farreras/www/farreras/wp-includes/functions.php on line 3735

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/farreras/www/farreras/wp-includes/functions.php on line 3735