Cansaço excessivo pode ser sinal de doenças – Laboratório Farreras Valenti
RESULTADOS DE EXAMES

Você tem longos períodos de repouso ou mesmo cumpre as oito horas de sono recomendadas por especialistas e mesmo assim não tem disposição para enfrentar o dia? Então fique ligado (a), pois o cansaço excessivo pode ser um dos primeiros sinais de várias doenças. E já que a prevenção é o melhor remédio, separamos seis delas para que você saiba identificar o problema logo de cara:

 

Apneia: Considerada um dos principais distúrbios do sono, a Apneia reduz a oferta de oxigênio para o organismo, uma vez que restringe a passagem de ar pelas vias aéreas. O resultado é uma noite de sono nada satisfatória e sonolência excessiva no dia seguinte.

 

Depressão: Muito além do cansaço, pacientes com diagnóstico de depressão costumam relatar prostração, que, em resumo, é quando a pessoa não sente ânimo para executar nem mesmo as atividades mais básicas, como fazer refeições, sair de casa e encontrar amigos.

 

Anemia: Esta doença é caracterizada pela baixa na produção de hemoglobina, uma proteína que transporta oxigênio pelo sangue, o que causa fraqueza e indisposição. Vale ressaltar que existem tipos hereditários de anemia, além dos associados à falta de ferro.

 

DPOC: A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, geralmente ligada ao tabagismo, obstrui as vias aéreas, tornando a respiração difícil. Na fase inicial, ela já tira o fôlego de qualquer um até em atividades simples, como subir e descer escadas, porém, com os anos, até mesmo tomar banho de pé ou ficar muito tempo deitado na mesma posição exige esforço.

 

Hipotireoidismo: Os hormônios da tireoide – uma glândula endócrina situada em frente à laringe – são responsáveis por ditar o ritmo de trabalho das células de todo o corpo. Quando esta produção cai ou mesmo cessa, o indivíduo sofre as consequências, sendo acometido de fadiga, desânimo e apatia.

 

Fadiga Crônica: Com um diagnóstico difícil e de origem desconhecida, esta síndrome – que, de acordo com especialistas afeta cerca de 1,5 % da população – traz repercussões tanto físicas quanto cognitivas, e há quem fique de cama por longos períodos por causa dela.

 


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/farreras/www/farreras/wp-includes/functions.php on line 3735

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/farreras/www/farreras/wp-includes/functions.php on line 3735