Pneumonia é coisa séria! Fique atento (a) aos sintomas – Laboratório Farreras Valenti
RESULTADOS DE EXAMES

De acordo com um relatório recente da organização Save the Children, a pneumonia é a doença infecciosa que mais mata crianças abaixo de cinco anos no mundo, considerada mais letal que o HIV, a tuberculose, o zika vírus e a malária juntos. A forma mais eficaz de identificá-la é através do exame radiológico dos pulmões, contudo, é possível notar sintomas que levem a um diagnóstico ainda na avaliação clínica, no consultório. E quanto mais rápida for diagnosticada a doença, mais rápida será a recuperação do paciente.

Segundo informações do Ministério da Saúde, os sinais mais comuns à pneumonia são tosse, dor no tórax, alterações da pressão arterial, expectoração com secreção amarelada, falta de ar, confusão mental, e estado de fraqueza e cansaço constante, além de febre alta, e é considerada de risco a criança que apresentar tosse e dificuldade para respirar (dispneia), e que, ao ser examinada, demonstre aumento da frequência respiratória.

Os especialistas chamam a atenção para o fato de que, mesmo que a criança não apresente alguns dos sintomas listados acima, a doença não pode ser descartada sem a realização do exame clínico, e aconselham os pais a procurarem um médico tão logo os sinais forem identificados. Os cuidados preventivos também são fundamentais, uma vez que, de acordo com a Academia Americana de Pediatria, a maioria dos casos da doença é derivada de infecções das vias aéreas superiores ou gripes maltratadas.

Em geral, as pneumonias são causadas por vírus, bactérias e fungos, nos casos da doença fora do ambiente hospitalar, e podem se espalhar por meio da tosse, espirros, toque ou até mesmo pela respiração próxima a outro indivíduo infectado. A atenção deve ser redobrada no caso das crianças menores de cinco anos, uma vez que, mesmo que não se mostrem tão intensos a ponto de serem percebidos prontamente, os sintomas estarão presentes e, caso não tratados, podem evoluir para quadros mais sérios e levar até mesmo à óbito.

Ainda de acordo com o relatório da Save the Children, duas crianças morrem a cada minuto devido à pneumonia no mundo. Aqui no Brasil, o Ministério da Saúde afirma que não se trata de uma doença de notificação compulsória, e que, portanto, não existem dados oficiais sobre os óbitos causados pela patologia.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/farreras/www/farreras/wp-includes/functions.php on line 3735

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/farreras/www/farreras/wp-includes/functions.php on line 3735